Piercing na boca: quais são os riscos e os cuidados necessários

Por Odonto em 26 de Julho de 2017
piercing-na-boca

Os piercings de boca e língua são elementos da moda que já se tornaram muito comuns no nosso dia-a-dia e já não causam tanto estranhamento quanto antes. Entre as diversas opções de piercings, os de boca estão entre os mais comuns, como os de línguapassando pelos de bochecha e o piercing de lábio.

No entanto, esse tipo de joia ainda é algo alheio ao corpo e por isso são necessários cuidados mais do que especiais na aplicação e também na manutenção diária dos piercings para evitar que se tornem um problema grave.

 

Colocação 

O ideal é que o piercing seja feito por um body piercer especializado com conhecimento, em um local que siga todas as normas de limpeza e esterilização

O mais recomendável em termos de higiene é que a joia escolhida seja feita de aço cirúrgico inoxidável ou titânio, materiais que não soltam resíduos e que retém menos sujeira devido a superfície lisa.

 

Cuidados pós-colocação

Após a aplicação de um piercing na região da boca, é extremamente importante ser cuidadoso durante o período de cicatrização que vai geralmente de quatro a seis semanas.

É natural que o organismo produza mais saliva do que o normal, o que pode dificultar um pouco a fala e a mastigação.

 

Cuidados gerais

A boca é uma região do corpo que contém milhares de bactérias e por isso um piercing na boca, seja qual seja, exige cuidados maiores do que em outras regiões.

O cuidado mais básico é nunca manusear o seu piercing com as mãos sujas. Além disso, o ideal é retirar o piercing em algumas ocasiões para fazer a limpeza. Apesar disso, não é recomendado o hábito de girar o piercing, porque isso agride a mucosa.  A joia deve ser higienizada pelo menos duas vezes ao dia.

 

Possíveis complicações

Quem coloca um piercing na boca tem que saber que está sujeito a algumas complicações, afinal, mesmo que bem cuidado, o piercing ainda é um corpo estranho e o organismo pode não se adaptar.

Os problemas mais comuns causados por piercings na boca são causados pelo atrito entre a joia e as outras partes da boca, como dentes e gengiva. Nesse caso, os traumas podem causar fissuras nos dentes, ferimentos na gengiva, podendo provocar infecções e inflamações permanentes, com feridas que podem se tornar porta de entrada para bactérias e outras doenças transmitidas pelo sangue. Outros inconvenientes da joia na boca se relacionam com dificuldades para mastigação e fala, que pode ficar alterada.

Dor e inchaço são comuns no momento da colocação do piercing, mas é bom consultar um dentista em caso de dor permanente e utilização por longo período.  Pelos riscos e problemas relacionados, Cirurgiões-Dentistas geralmente não recomendam sua instalação e utilização.

 

Aqui na OdontoPrev você encontra o Plano Dental Bem-Estar que oferece limpeza, restauração e muito mais.

Clique aqui e confira as opções que a OdontoPrev tem para te oferecer.