Os males do cigarro para sua saúde bucal

Por Odonto em 28 de Julho de 2017
males do cigarro

Não é mistério para ninguém que o cigarro é algo extremamente prejudicial para a saúde e isso não muda no caso da nossa boca. O hábito de fumar traz muitos males para a saúde bucal e é bom pensar duas vezes antes de acender um cigarro caso você queira manter o sorriso em dia.

 

Para ajudar a entender melhor como o cigarro pode prejudicar a sua saúde, listamos abaixo as principais consequências que o consumo regular de tabaco tem para a nossa boca:

Mau hálito

A fumaça do cigarro resseca nossa boca e inibe a produção de saliva. Dessa forma, parte das substâncias que consumimos permanece na nossa boca e é digerida, exalando odores que provocam a halitose.

Além disso, as próprias substâncias produzidas pela combustão do tabaco presente no cigarro se alojam nos pulmões, garganta e nariz e também ajudam a aumentar os odores desagradáveis que geram o mau hálito.

Dentes e gengivas mais escuros

A nicotina, um dos principais compostos químicos presentes no cigarro, é uma substância que adere ao esmalte dentário facilmente e escurece a sua pigmentação.

Outro efeito da nicotina é o aumento da produção de melanina pelo corpo, o que afeta diretamente os tecidos da boca, como a gengiva e as bochechas, causando a chamada melanose de fumante e deixando esses tecidos manchados e mais escuros.

Problemas de gengiva e perda de dentes

O cigarro afeta diretamente a gengiva e isso pode levar inclusive à perda de dentes. Isso porque o cigarro aumenta a temperatura média da boca e cria um ambiente mais propício para a propagação de bactérias e o acúmulo de placa bacteriana e tártaro.

Esse ambiente costuma levar a doenças periodontais, como a gengivite e a periodontite e, em maior escala, à perda óssea e a danos graves que podem levar à perda de dentes.

Doenças

O cigarro pode causar mais de 50 doenças diferentes e faz com que quem o consome regularmente tenha entre duas a três vezes mais chance de ficar doente que uma pessoa que não fuma.

Além disso, a fumaça do cigarro afeta a mucosa da boca dificulta a cicatrização e diminui a eficiência do sistema imunológico, tornando o fumante mais frágil à bactérias, vírus e fungos.

Problemas no paladar

A fumaça do cigarro afeta diretamente as papilas gustativas, causando a diminuição do paladar e da sensibilidade.

Câncer

Essa é com certeza a consequência mais grave que o cigarro pode trazer para a sua saúde bucal. Além de afetar os sistemas cardíaco, respiratório, nervoso, digestivo, entre outros, o cigarro também afeta todas as áreas da boca e tem relação direta com casos de câncer de lábio, faringe, laringe e esôfago, por exemplo.

Isso porque o cigarro altera a composição genética das células e acelera sua reprodução. Somada às milhares de substâncias químicas e nocivas contidas no cigarro, essa característica aumenta e muito os riscos de câncer para fumantes.

Por isso, existem diversos sintomas que podem aparecer na língua e nas superfícies da boca e que indiquem que um fumante possa ter tenha algum tipo de câncer bucal.

São eles:

- Feridas ou úlceras que não cicatrizam por mais de 15 dias,

- Inchaço na boca e/ou no pescoço

- Nódulos

- Manchas ou placas esbranquiçadas ou vermelhas

 

Aqui na OdontoPrev você encontra o Plano Dental Bem-Estar que oferece limpeza, restauração, tratamentos de gengiva e muito mais.

 

Acesse e confira as opções que a OdontoPrev tem para te oferecer.