Higiene bucal: conheça as principais falhas na hora de escovar os dentes

Por Odonto em 26 de Julho de 2017
erros na higiene bucal

A higiene bucal é o fator primordial para manter uma boca saudável. Mas existem alguns casos em que as pessoas podem estar cometendo algumas falhas na hora de realizar a higiene bucal.

Confira abaixo alguns dos hábitos mais comuns das pessoas, que acabam por atrapalhar a limpeza dos dentes e da boca:

 

Escovar os dentes com muita força

Muita gente pensa que fazer força na hora de escovar os dentes é o que vai fazer com que a placa bacteriana seja eliminada com maior eficiência. Na verdade, esta prática pode causar ferimentos e lesões nas gengivas e no osso que ajudam a segurar os dentes, o que pode prejudicar a sustentação do dente mais para frente.

O mesmo acontece no caso de quem acha que é melhor usar uma escova de dentes de cerdas duras, mas isso só causa atrito desnecessário com os dentes, podendo até desgastar o esmalte dentário.

 

Não utilizar enxaguante bucal

O bochecho com enxaguante bucal são práticas auxiliares para eliminar possíveis restos de comida e outras partículas que podem levar à proliferação de bactérias. Fazer bochecho com água e, se possível, com um enxaguante bucal com ação antisséptica, sem álcool, de preferência com flúor é uma das melhores opções para ajudar a proteger sua boca.

 

Não trocar a escova

Utilizar a mesma escova de dentes por muito tempo é também um dos hábitos inadequados mais comuns relatados nos consultórios dos dentistas.  Recomenda-se que a escova de dentes seja trocada por uma nova a cada três meses de uso

 

Usar cremes dentais com abrasivos

Quem procura clarear os dentes acaba utilizando alguns “componentes” junto com a pasta dental, como bicarbonato de sódio, para tentar “clarear” os dentes mais rápido ou opta por utilizar aquelas pastas de dentes que prometem “clarear” os dentes. Estes cremes dentais  “especiais” para clareamento podem ter mais componentes abrasivos em sua formulação e seu uso desregulado, sem controle e orientação do Cirurgião-Dentista pode causar um desgaste desnecessário do esmalte dental, deixando os dentes mais sensíveis e vulneráveis a cáries.

 

Escovação deficiente

Principalmente na fase adulta, existem áreas da boca que são de difícil acesso e por isso tendem a acumular mais restos de alimentos e a sofrer com a placa bacteriana e o tártaro dental. Muita gente costuma ter problemas de cáries nos dentes do siso por exemplo, pelo fato de serem difíceis de escovar no fundo da boca. É nessa hora que o enxaguante e o fio dental também são importantes auxiliares, mas não substituem a escovação cuidadosa.

 

Esquecer de utilizar o fio dental

Sim, o fio dental é importante e necessário. Isso porque é ele que ajuda a limpar faces laterais dos dentes, que a escova não consegue chegar. Mas cuidado para não se machucar. O uso inadequado de fio dental pode ferir a gengiva e provocar inflamações sangramentos e até retrações gengivais. Para evitar essas situações, pergunte sempre ao seu Cirurgião-Dentista qual é a melhor forma de utilizar o fio dental durante a higiene bucal.

 

Aqui na OdontoPrev você encontra o Plano Dental Bem-Estar que oferece limpeza, restauração e muito mais.

 

Acesse e confira as opções que a OdontoPrev tem para te oferecer.